PUBLICIDADE

BRT Transolímpica e trecho do BRT Transoeste são abertos à população

Os dois corredores operaram na Olimpíada apenas para público dos Jogos.
Tráfego de carros no corredor da Transolímpica será liberado na sexta (26).

 

A partir desta terça-feira (23), a população do Rio já pode contar com o serviço de BRT no corredor Transolímpica, que liga Deodoro ao Recreio dos Bandeirantes, e com o corredor Transoeste, no trecho do Jardim Oceânico até o Recreio. Ambos operaram, nas primeiras semanas de agosto, exclusivamente para atendimento ao público da Olimpíada.

O corredor Transolímpica, considerado um dos legados da Olimpíada para a população, promete diminuir muito o tempo de trajeto para os motoristas, mas sofrerá cobrança de pedágio, na ida e na volta. O funcionamento do BRT Transolímpica será distribuído em 18 estações.

Caroline Ribeiro, Vanessa Leite e Ester Cândida aguardavm o BRT na manhã desta terça em Magalhães Bastos (Foto: Elisa Souza / G1)Caroline Ribeiro, Vanessa Leite e Ester Cândida aguardavm o BRT na manhã desta terça em Magalhães Bastos (Foto: Elisa Souza / G1)

As amigas Caroline Ribeiro, Vanessa Leite, Ester Cândida, que moram em Magalhães Bastos, chegaram à estação do BRT comemorando muito. "Moro aqui na frente e a gente não podia usar o BRT na Olimpíada, tô muito feliz, vai mudar a vida tanto pra trabalhar quanto pra ir à praia", disse Vanessa.

Ambas trabalham no Rio 2 e, nesta terça-feira (23), já saíram bem mais tarde de casa.  "A gente demora tipo uma hora e meia, saímos às 8h normalmente e hoje estamos saindo agora, às 9h30", comemoraram.

Os intervalos nos "horários de pico" do BRT Transoeste serão de cinco minutos entre os ônibus. Já na Transcarioca, os passageiros terão que esperar oito minutos para embarcar em um novo veículo.

Ao todo, serão 84 quilômetros de corredores de ônibus interligando a cidade. O BRT Transoeste tem três trajetos com origem na estação Jardim Oceânico e a Transolímpica conta com 26 quilômetros de extensão.

Tráfego de carros liberado na sexta-feira
O secretário executivo de governo da Prefeitura do Rio, Rafael Picciani, afirmou que cerca de 640 mil pessoas devem utilizar o serviço de BRT  a partir desta segunda-feira (22). Apesar disso, o tráfego de carros neste corredor será autorizado apenas na sexta-feira (26). O trânsito de veículos também será permitido no corredor durante a Paralimpíada, que começa dia 7 de setembro.

Durante o encontro, o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, afirmou que os detalhes serão divulgados ao logo da semana. "A Transolimpica nós vamos abrir para os carros na sexta-feira. Mais para frente iremos detalhar o cronograma de tráfego para vocês", disse.

Picciani disse também que com o serviço cerca de 60% da população carioca terá acesso direto aos transportes de alta capacidade.

Faixas olímpicas liberadas ao tráfego
As faixas olímpicas, exclusivas para circulação das delegações dos Jogos, foram desativadas na madrugada desta terça-feira (23). Até então, somente veículos credenciados poderiam circular no local. Os demais eram multados em R$ 85. A restrição da faixa só deve ser reativada em setembro, às vésperas da Paralimpíada, quando as penalidades podem voltar a ser aplicadas.

O secretário executivo de governo da prefeitura, Rafael Picciani, afirmou na segunda-feira (22) que as faixas serão extintas, mas um novo esquema será elaborado para os Jogos Paralímpicos.

Linha 4 do metrô
O fim dos jogos impacta o funcionamento da Linha 4 do metrô. Nesta segunda-feira, das 6h às 23h, o metrô funcionará apenas para credenciados. A partir de terça-feira (23) até o dia 6, a linha quatro do metrô ficará fechada. Do dia 7 ao dia 18, durante os Jogos Paralímpicos, a linha quatro funcionará em um esquema especial e só a partir do dia 19 de setembro o metrô começa a ser usado por todo o público, em horário especial, que ainda será divulgado.

 

Fonte: G1

PUBLICIDADE