PUBLICIDADE

Programa BRT Brasil

A proposta do programa BRT Brasil é acompanhar a implantação dos sistemas de transporte rápido por ônibus. Se bem elaborados e operados, esses sistemas se tornam exemplos concretos de mobilidade urbana sustentável para que outras cidades possam se inspirar e implantar a solução.

É importante destacar que a realização dois megaeventos esportivos no Brasil - a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas 2016 - abriu portas para uma nova era dos transportes públicos coletivos nas cidades brasileiras, já que motivou o governo federal a executar os Programas de Aceleração do Crescimento, PAC da Mobilidade Urbana e o PAC Mobilidade Grandes Cidades. Os investimentos do PAC possibilitou cidades brasileiras olharem com mais atenção para a mobilidade urbana e o transporte público coletivo. 

O sistema BRT (Bus Rapid Transit), por exemplo, que é a solução de mobilidade e transporte por ônibus mais completa e eficiente para as médias e grandes cidades, foi o maior beneficiário desses investimentos. Até maio de 2016, 19 Estados e 33 cidades somam 101 projetos com 1.472,5 km de extensão. Desse total de projetos, 22 estão em operação, 21 em obras e 58 em fase de projetos que priorizam o transporte urbano por ônibus. As cidades de Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Uberlândia (MG), Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Uberaba (MG), Recife (PE) e Aracaju (SE), já contemplam corredores BRT. 

Os bons resultados que têm sido verificados estão impulsionando a extensão de investimentos em mobilidade urbana para as demais cidades brasileiras. Além dos sistemas BRT, outros investimentos para a priorização do transporte coletivo por ônibus estão sendo feitos. Faixas e corredores exclusivos estão em fases de projetos, obras e operação pelo Brasil. Ao todo, 26 Estados, em 79 cidades, somam 437 projetos com 3.780,0 km de vias exclusivas para o transporte coletivo. 

 

 

Atualizado em 30/06/2016.



PUBLICIDADE